segunda-feira, 18 de maio de 2020

Atlantique (Atlantique) - Mati Diop (Senegal / França, 2019)

Direção:  Mati Diop
Sinopse: Em um subúrbio popular de Dakar, trabalhadores no canteiro de obras de uma torre futurista, sem pagar por meses, decidem deixar o país pelo oceano para um futuro melhor. Entre eles está Suleiman, o amante de Ada, prometida a outro


Uma produção muito bem feita e que mexe com temas sensíveis e urgentes. Mas a metáfora usada pela diretora Mati Diop - primeira mulheres negra a concorrer à Palma de Ouro - traz estranhamento. O "filme de zumbi" é uma opção arriscada. Meu amigo Iury, por exemplo, não gostou do filme justamente por causa desse elemento. Eu abstraí. Na verdade confiei na minha ignorância, de não saber o que tal metáfora representa para a cultura e espiritualidade senegalesa. De que eu não tenho repertório para compreender o significado desse recurso usado pela diretora - e que para uma pessoa do Senegal provavelmente faça mais sentido. Tipo um filme do Apichatpong ou um Jardim das Folhas Sagradas vista por alguém que não seja da Bahia.

Mas foi um filme que eu gostei de ver. E gostei de ver Senegal na tela. E gostei de saber que a Mati é sobrinha de um dos mais importantes cineastas africanos, o Djibril Diop Mambety. A diretora de 37 anos só tem a voar...




Download:
Torrent + Legenda

Nenhum comentário:

Postar um comentário