quarta-feira, 2 de março de 2016

Sugestão do mês: 15 filmes para machista ver

E a sugestão do mês de março traz filmes que representam ou a opressão sofrida pelas mulheres ou a força que vem delas. São filmes para nós homens assistirmos e desconstruirmos nosso machismo, e filmes para mulheres que desprezam a importância do feminismo. Em sua maioria, não são obras panfletárias e nem têm a questão política como elemento central, mas possuem personagens femininas tão fortes quanto suas histórias.



1. Moolaadé (Senegal, 2004)
2. 4 meses, 3 semanas e 2 dias (Romênia, 2007)
3. Cairo 678 (Egito, 2010)
4. Joven y Alocada (Chile, 2012)
5. As Hiper Mulheres (Brasil, 2011)
6. Alice não mora mais aqui (EUA, 1974)
7. Depois de Lúcia (México, 2012)
8. Azul é a cor mais quente (França, 2013)
9. Noites de Cabíria (Itália, 1957)
10. Preciosa (EUA, 2009)
11. A paixão de Joana D´Arc (França, 1928)
12. Sherazade, conte-me uma história (Egito, 2009)
13. Vida Fácil (Grécia, 2004)
14. Para sempre Lilya (Suécia, 2002)
15. Domésticas (Brasil, 2012)

6 comentários:

  1. Olá Az!
    Tantos filmes, tantos livros, tantas denúncias, tanta opressão, tantas poesias, tantos elogios, tantas críticas, tantos gritos, tantos silêncios Há quem por nós ora, há quem apedreja, mas creio que ainda haverá um tempo em que não precisaremos mais de Dia das Mulheres, porque enquanto ele existir pode significar que em algum lugar, existam mulheres sendo inferiorizadas e agredidas de algum modo.
    Tenho privilegio de ser uma mulher que pode agradecer de ser mulher, de orgulhar-se de ser mulher, que tem consciência do que é ser mulher, embora sejamos apenas manifestação do feminino. Mas que, faz e torce para o dia em que questões de gênero façam parte dos livros, dos livros de história antiga, para mostrar o quanto nossa humanidade ainda, nesses tempos, que se dizem tão mega modernos, navega num mar de ignorância.
    Não gosto da celebração do dia das mulheres, mas gosto do 8 porque ele invertido simboliza o infinito.
    Abraço
    Soli

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que assim seja!
      E que as mulheres, os filmes, os livros, as denúncias, o combate às opressões, as críticas, os gritos e a poesia nos livrem desse mar de ignorância que avança cada vez mais.
      Feliz dia do infinito!
      Az

      Excluir
  2. Indico, também, A pedra da paciência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não conhecia, parece bom.
      valeu pela dica.
      Az

      Excluir