quarta-feira, 9 de março de 2016

18 – Nostalgia da luz (Nostalgia de la luz) – Chile (2010)


Direção: Patricio Guzmán
No Chile, a 3.000 metros de altitude, astrônomos do mundo todo se encontram no deserto do Atacama para observar as estrelas. O céu do deserto é tão translúcido que lhes permite ver os limites do universo. É também um local onde o calor forte e seco mantém cadáveres humanos intactos: de múmias, exploradores e mineiros, mas também de prisioneiros políticos da ditadura de Pinochet. Enquanto os astrônomos examinam galáxias distantes em busca de vida extraterrestre, ao pé dos observatórios mulheres cavam o solo do deserto à procura de seus parentes desaparecidos.

Há um ano e meio estive em San Pedro de Atacama. Anestesiado diante daquele mar de areia, sequer imaginaria que o deserto do Atacama guardava embaixo de sua terra estrelas tão brilhantes e longínquas quanto às que iluminam o seu céu. Tão brilhantes e tão difíceis de encontrar. É o paradoxo do infinito, ao mesmo tempo em que se pode senti-lo, é praticamente impossível alcançá-lo.

Que o céu do Atacama, sua história soterrada e seu mar de estrelas e areia continuem mais vivos que qualquer torturador, que qualquer ditador, que qualquer golpista.

Viva Chile!


Download:
Torrent + Legenda

Um comentário:

  1. O cinema chileno ganhou o oscar de curta de animação desse ano com o "história de um urso" que também fala desse período nefasto não só do Chile como da nossa espécie.

    ResponderExcluir