segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

18 – Birdman (ou a inesperada virtude da ignorância) (Birdman) – Estados Unidos (2014)


Direção: Alejandro Iñárritu
Um ator (Michael Keaton) – famoso por interpretar um icônico super-herói – faz de tudo para montar uma peça na Broadway. Às vésperas da estreia, ele vai lutar com seu ego e tentar recuperar sua família, sua carreira e ele mesmo.


Quando a técnica, a linguagem e o conteúdo bem elaborados caminham juntos, fica difícil um filme sair ruim.

Pra começar, é delicioso ver um filme praticamente todo rodado em plano-sequência – sim, porque Birdman é um plano-sequência, tal como Festim Diabólico também o é. E quebrar a cabeça para saber quais truques Iñárritu usou para torna-lo assim é só mais um tempero para a obra.

Birdman é pop, contemporâneo, do agora. Fala de mim, de nós, do meio artístico, dos usuários das redes sociais e dá um tapa na cara do blockbuster hollywoodiano, em seu público e toda a indústria que envolve o show business estadunidense, do crítico à grande mídia, e que é exportado para o resto do mundo. Mas também dá um tapa no espectador. Mas também dá um tapa no diretor. Na verdade, sai estapeando todo mundo.

Todo mundo que crê naquele momento de glória que, nos dias de hoje, já não existe mais. Nas cenas do filme que pensamos ser triunfais, Iñarritu simplesmente leva a câmera embora e vai filmar outra coisa, fazendo com que o ápice forjado seja aquilo que realmente o é: banal, fugaz.

Pois assim somos. Banais e fugazes. Nós, a celebridade de 5 minutos, o famoso do youtube, o suposto grande ator, a suposta plateia instruída, o suposto ignorante, o suposto culto. Todos nós não passamos de um pequeno pedaço do rolo de papel higiênico da história do planeta Terra.

Em Birdman, portanto, não tem heróis nem vilões, não tem clímax, não tem triunfo. É um anti-roteiro, um anti-filme. Uma grande ironia, uma enorme provocação.

É um filme para mastigar, engolir e passar um bom tempo digerindo.


Download:
Torrent + Legenda

2 comentários:

  1. Ótimo filme. Desde o início da corrida, sempre coloquei ele como meu voto para ganhar o Oscar.

    http://filme-do-dia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir