terça-feira, 4 de junho de 2013

Top 10 - JUNHO


Junho, mês dos namorados. Dos casais apaixonados.
Que viva, então, o amor. O Top 10 de Junho é dedicado a ele.

“Amor, então,
também acaba?
Não, que eu saiba.
O que eu sei
é que se transforma numa matéria prima
que a vida se encarrega
de transformar em raiva
Ou em rima”

(Paulo Leminski)


Antes do amanhecer (Before Sunrise) – EUA/Áustria/Suíça (1995)
Direção: Richard Linklater

- Foi muito lindo te ver pela primeira vez e pensar, sem palavras: eu quero.
- E eu quis fazer de mim algo tão claro quanto um rio sem profundidade.
- Eu te preciso. Perto, longe, tanto faz.
- Nada é eterno. O café esfria, o cigarro apaga, o tempo passa, as pessoas mudam.
(Caio Fernando de Abreu)


Houve uma vez dois verões (idem) – Brasil (1995)
Direção: Jorge Furtado

O amor é como a criança: deseja tudo o que vê. Mas nem sempre pode ter!
(William Shakespeare)







Uma doce mentira (De vrais mensonges) – França (2010)
Direção: Pierre Salvadori

O amor, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p´ra ela,
Mas não lhe sabe falar.
Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há de dizer.
Fala: parece que mente
Cala: parece esquecer

Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
Pra saber que a estão a amar!
Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quando sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!

Mas se isto puder contar-lhe
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
Porque lhe estou a falar...
(Fernando Pessoa)

Loucos de amor (Mozart and the Whale) – EUA (2005)
Direção: Petter Naess

E que a minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor
e a outra metade...
Também.
(Oswaldo Montenegro)






Como se fosse a primeira vez (50 first dates) – EUA (2004)
Direção: Peter Segal

O difícil não é conquistar várias mulheres diferentes, mas sim, conquistar a mesma mulher várias vezes.
(autor?)







Embriagado de amor (Punch-Drunk Love) – Estados Unidos (2002)
Direção: Paul Thomas Anderson

Eu não sei tocar, mas se você pedir
Eu toco violino, fagote, trombone, saxofone.
Eu não sei cantar, mas se você pedir
Dou um beijo na lua, bebo mel himeto
Pra cantar melhor.

Se você quisesse!... até na morte eu ia
Descobrir poesia.
Te recitava as pombas, tirava modinhas
Pra te adormecer.
Até um gurizinho, se você deixar
Eu dou pra você...
(Vinícius de Moraes)

O amor nos tempos do cólera (Love in the time of cholera) – EUA (2007)
Direção: Mike Newell

Te amo não por quem tu és, mas por quem sou quando estou contigo.
(Gabriel Garcia Márquez)






A noiva de Chucky (Bride of Chucky) – Canadá/EUA (1998)
Direção: Ronny Yu
Afinal de contas, era necessário amar um ser humano real? Nunca durava muito. Havia muitas diferenças entre os sexos, e o que começava com amor, geralmente acabava como guerra.
(Charles Bukowski)





O mesmo amor, a mesma chuva (El mismo amor, la misma lluvia) – Argentina (1999)
Direção: Juan José Campanella

e eu gostaria de estar perto de você nesse dia
sem o peso do mundo nas costas
dançando à beira-mar, sob um céu nublado
e que as águas de sua rainha molhem nossos pés
e que os pingos das chuvas refresquem nossas cabeças
e deixem ainda mais molhados o nosso beijo...



Apenas o fim (idem) – Brasil (2008)
Direção: Matheus Souza

... e que nossas lágrimas escorram pelos nossos sorrisos
que de felicidade se lembrarão daquilo que só a gente viveu
porque papéis são feitos para acabar

nós não.
(Alex Hercog)



Download:
Torrent *

* Pacote com torrent de todos os filmes e suas respectivas legendas (agradeço a Antonio Fernando pela contribuição dos arquivos).

6 comentários:

  1. Nossa, me deu vontade de assistir e re-assistir (em alguns casos) a todos.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Eu que te agradeço por me servir de inspiração, meu bem.

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir