terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

18 - Cowboy do asfalto (Urban Cowboy) – Estados Unidos (1980)



Direção: James Bridges
Bud Davis (Travolta) é operário de uma refinaria do Texas. À noite, troca seu capacete por um chapéu e vai para o Gilley's, o bar mais popular de Houston. É lá que ele conhece a bela dançarina Sissy (Debra Winger), que pensa que Bud é um verdadeiro cowboy. Mas Bud terá a chance de provar isso, quando um perigoso ex-condenado (Scott Glenn) planeja um golpe para roubar o Gilley's e também o coração de Sissy.

Um John Travolta barbudo, bruto e dançando country. Isso já vale o filme!
Acho que Cowboy do asfalto foi uma tentativa frustrada de repetir o sucesso de Grease, filme antecessor de Travolta. Diferente do caráter mais “adolescente” do clássico, Cowboy já traz uma história mais adulta. Ao invés das belas roupinhas colegiais, calhambeques e brilhantinas, o que se tem são chapéus, botas e cultura texana. Tirando essas importantes diferenças, há algo em comum entre os dois filmes.
Ambos tratam do vai e vem amoroso, onde o orgulho, as mentiras e a imaturidade atrapalham o relacionamento. Ambos usam e abusam dos dotes de dançarino de Travolta. E ambos possuem uma estrutura de roteiro básica, com soluções fáceis e que não ousam desagradar o espectador.
Se não encanta tanto quanto Grease, ao menos se vê um filme razoável, com mais uma grandiosa atuação de Travolta, além de sua colega, a grande atriz Debra Winger.


Download:

* A legenda em português (do Brasil) não está sincronizada, no entanto há a opção de legenda de português (de Portugal), que apesar de algumas expressões diferentes não atrapalha a compreensão.

Dual audio:
Original (english)
Alemão (deutsch)

Opções de legenda:
Legenda em português (Portugal)
English subtitle
Français sous-titres
Subtítulos en español
Leggenda in italiano
Legend in deutscher Sprache
Dutch legend (Nederlands)
Podpis w języku polskim (Polska)




Um comentário:

  1. Debra Winger é uma boa atriz e uma das mais bonitas dos anos oitenta, pena que fez poucos trabalhos nos últimos anos.

    Abraço

    ResponderExcluir