segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

06 - O paraíso agora (Paradise now) – Palestina (2005)



Direção: Hany Abu-Assad
Dois palestinos amigos de infância são recrutados para um atentado suicida em Tel Aviv. Depois de passar o que seria a última noite com as respectivas famílias, eles são levados à fronteira de Israel para cumprir com suas missões.

Quando eu nasci israelenses e palestinos já se matavam por disputas políticas.
Em 2005, ano de lançamento de Paradise Now, israelenses e palestinos ainda se matavam por disputas políticas.
Oito anos depois, israelenses e palestinos continuam se matando por disputas políticas.
Ou seja, a sensação que dá é que pouca coisa mudou na relação desses dois povos. E, portanto, as estratégias para resolução parecem não terem sido muito bem sucedidas, pelas duas partes.
Os palestinos que acreditavam que tirar a própria vida para matar algumas dezenas de israelenses resolveria o problema possivelmente se enganaram. Nunca resolveu. No entanto, será que se isso não fosse feito existiria ainda a Palestina?
Matar e morrer nunca foi o ato mais inteligente para se vencer uma disputa. Porém, costuma dar certo, vide as diversas conquistas territoriais, econômicas e políticas conquistadas por países com forte aparato bélico.
Difícil acreditar que daqui a 10 anos veremos o conflito entre Israel e Palestina resolvido, na base do diálogo e da negociação. Sobretudo porque o país mais rico e bem armado do mundo ainda lucra com toda essa matança e nunca se mostrou disposto a usar sua força política para resolver de forma justa esse impasse.
E até lá pessoas continuam morrendo e matando.
Todo mundo tomando a Coca-cola. A Coca-cola tomando conta da China. Todo cara lutando por uma menina. E a Palestina lutando pra sobreviver.


Download:

Pacote de legendas:
Legenda em português
English subtitle
Français sous-titres
Subtítulos en español
Leggenda in italiano
الترجمة العربية (Arabic)
субтитри на български (Bulgarian)
Legenda v češtině (Czech)
Dansk (Danmark)
زیرنویسها به زبان فارسی (Farsi / Persian)
kuvateksti suomalaisista (Finnish)
σε ελληνικό μύθο (Greek)
כיתוב בעברית (Hebrew)
Dutch legend (Nederlands)
Român subtitrare (Romania)
Легенда на русском языке (Russki)
podnaslov v slovenščini (Slovenia)
Švedski legenda (Swedish)
Türkçe olarak resim yazısı (Turk)

4 comentários:

  1. É um belo filme que mostra a triste realidade de um conflito que dificilmente terá fim.

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. O problema se resolveria bastante se palestinos fossem cidadãos com plenos direitos em Israel, mais do que forjar fronteiras (uma vez que Israel não as respeita, mesmo sendo as de 1967, e não as originais do Estado Palestino de 1948 - nesse caso não existiria Israel), sou da teoria do Edward Said: o Estado tem que unir os dois povos com plenos direitos e não segregá-los.

    ResponderExcluir