sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

05 - Crepúsculo dos deuses (Sunset Blvd.) – Estados Unidos (1950)



Direção: Billy Wilder
Ex-diva do cinema mudo (Gloria Swanson) recebe a visita de um roteirista desconhecido (William Holden). Este é quem narra a história, com doses de humor, sarcasmo e drama, para relembrar seu envolvimento com Norma Desmond, uma esquecida estrela de Hollywood que vive de lembranças em sua mansão localizada na célebre Sunset Boulevard com o seu mordomo (memorável performance de Erich von Stroheim). Clássico absoluto de Billy Wilder, vencedor de três Oscars, o filme é uma das mais devastadoras sátiras sobre o lado sombrio do ser humano e da indústria de cinema americano.

Um noir em grande estilo, do grande diretor Billy Wilder.
Uma trama que já começa original, logo na sua primeira seqüência. Se desenrola com uma tensão progressiva e finaliza quando a personagem Norma Desmond (brilhantemente interpretada por Gloria Swanson) chega no ápice do absurdo.
Crepúsculo dos deuses é um clássico do cinema, que conseguiu condensar um forte drama psicológico com um intrigante crime, que nos é apresentado logo no início.
No entanto, vou arriscar sugerir um filme que considero ainda melhor que Crepúsculo, que é O que teria acontecido a Baby Jane?. Ambos seguem um argumento bastante parecido, cujas protagonistas possuem os perfis praticamente idênticos. Em Baby Jane, porém, o suspense e a tensão alcançam um nível bastante elevado e o desenvolvimento do enredo – na minha humilde opinião – supera o clássico de Billy Wilder.
Fica então, a dica: se gostou de Crepúsculo, assista Baby Jane. Se não viu nenhum dos dois, recomendo que veja ambos.


Download:

Pacote de legendas:
Legenda em português
English subtitle
Français sous-titres
Subtítulos en español

Um comentário:

  1. Grande filme, assim "Baby Jane" que você indica também.

    Abraço

    ResponderExcluir