quarta-feira, 12 de setembro de 2012

216 - Tony Manero (Tony Manero) – Chile (2008)



Direção: Pablo Larrain
Roteiro: Alfredo Castro; Mateo Iribarren; Pablo Larrain
Santiago do Chile, 1978. Em meio ao complicado contexto social da ditadura militar de Augusto Pinochet, um homem de meia-idade, Raúl Peralta, está obcecado com a idéia de se tornar Tony Manero, o famoso personagem interpretado por John Travolta no clássico filme "Os Embalos de Sábado à Noite". A fantasia de encarnar seu grande ídolo, e assim ser reconhecido como uma estrela no mundo do entretenimento, chega a tal nível que acaba levando Raúl a se transforma num assassino em série.

O filme é “psicopático” demais para a minha compreensão.
Até agora não entendi as razões que o levaram a receber certos prêmios e elogios, apesar de que também li muitas críticas pesadas. Há quem diga que a construção do personagem é uma metáfora da sociedade chilena, na época da Ditadura, omissa e fanática consumidora do mercado de entretenimento estadunidense. Eu não vi nada disso.


Minha Nota: 6,6
IMDB: 6,8
ePipoca: 4,7

Sugestão: Play

Download:

4 comentários:

  1. Assisti esse filme, realmente ele é estranho, mas a sua pegada meio explotation surtada me agrada. Não é uma maravilha, mas cativa pela ousadia. Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Caro colega. O filme é sensacional, pois exprime a desolação material, moral e espiritual do Chile à época. Psicótico, sim, pois a realidade era essa mesma: cada um por si. Somado a isso, a fuga da realidade, uma realidade pesada, confusa, num período de quase terror.

    ResponderExcluir