terça-feira, 24 de julho de 2012

170 - Jogada de Risco (Sidney) – Estados Unidos (1996)



Direção: Paul Thomas Anderson
Roteiro: Paul Thomas Anderson
Veterano jogador ajuda jovem endividado a ganhar a vida como apostador. Dois anos mais tarde, o jovem mostra que foi um excelente aluno, mas sua escolha de amizades é duvidosa e pode levar a um impasse entre os dois.

Quem vê Jogada de Risco ignorando o seu contexto, pode julgá-lo como sendo medíocre, banal.

No entanto, quem conhece a filmografia de Paul Thomas Anderson não tem dificuldades em perceber que Jogada de Risco é, sobretudo, um ensaio para as obras-primas que o diretor faria anos depois.

O filme de estréia de PTA deve ter sido a forma que ele encontrou para testar certos recursos que ele iria aplicar mais na frente, sobretudo no clássico Magnólia (um dos maiores da história do cinema).

Em Jogada de Risco, PTA testa seus atores Philip Baker, Philip Seymour Hoffman e John Reilly; testa sua fotografia, com enquadramentos fora do padrão; seus planos-seqüência (!); seu argumento, trazendo o comportamento humano diante de suas culpas, arrependimentos e indulgência; e sua forma de desenvolver a narrativa, moderna, precisa e inteligente. Mesmo com esse ensaio em sua estréia, PTA já dava indícios de que ele era um diretor diferenciado. Um dos melhores das últimas décadas.

Jogada de Risco, portanto, não chega a impressionar um espectador desavisado, mas consegue agradar os amantes das obras de Paul Thomas Anderson.


Minha Nota: 7,6
IMDB: 7,2
ePipoca: 3,2

Sugestão: À Prova de Morte

Download:

4 comentários:

  1. Conheço os principais trabalhos de Anderson. Esse ainda não. Merece uma visita.

    ResponderExcluir
  2. É um ótimo filme sobre personagens perdedores. Vale destacar que PT Anderson tinha apenas 26 anos na época.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 26 anos???? É por essas e outras que eu sou fã desse cara!

      Excluir
  3. só falta esse para eu terminar de assistir a filmografia do PT Anderson

    ResponderExcluir