terça-feira, 5 de junho de 2012

108 - Touro Indomável (Raging Bull) – Estados Unidos (1980)



Direção: Martin Scorsese
Roteiro: Jake LaMotta; Joseph Carter; Peter Savage; Paul Schrader; Mardik Martin
Ascensão e queda do pugilista Jake LaMotta, que conheceu a fama e o sucesso mas, devido ao seu temperamento violento, botou tudo a perder. Oscars de melhor ator e montagem neste que foi considerado pela crítica um dos melhores filmes estadunidenses de todos os tempos.

Uma história sobre o boxeador Jake LaMotta, do seu começo ao auge e, por fim, sua decadência. Até aí nada demais. O cinema é repleto de histórias do gênero.

Mas, põe um diretor de primeira linha, como Scorcese, que tudo fica original. Pois não é só “o quê”, que interessa, mas o “como é feito”. Essa é a magia do cinema.

Em Touro Indomável, Scorcese enche os olhos do espectador com uma fotografia única, forte, carregada de emoção, socos e realismo. Isso somado a uma trilha sonora precisa, compondo uma estética responsável por colocar o filme como um dos clássicos da história cinematográfica.

Méritos também para Robert DeNiro, em um dos papéis mais marcantes de sua carreira. Além de sua brilhante atuação, o que entrou para o hall de curiosidades foi a sua metamorfose. Existem dois DeNiros no filme. O primeiro durante a carreira de boxeador e o segundo na sua decadência. Para interpretar essas duas fases do personagem, as gravações precisaram ser interrompidas por dois meses, para que, à base de pizzas e restaurantes franceses, DeNiro pudesse engordar 27 quilos (!).

Quem quiser ver uma das lutas reais e épicas envolvendo LaMotta e Sugar Ray Robinson, clique aqui.


Minha nota: 8,3
IMDB:  8,4
ePipoca: 8,8

Download:

2 comentários:

  1. Grande filme, com Scorsese e DeNiro criando um clássico, baseado na fascinante e ao mesmo tempo conturbada vida de Jake LaMotta.

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Obrigada por seguir O Sala Latina de Cinema (http://www.salalatinadecinema.blogspot.com), estou seguindo seu blog e adicionarei aos outros que tenho lá em meu blog. Abraço.

    ResponderExcluir