quinta-feira, 3 de maio de 2012

79 - Nosferatu (Nosferatu, eine Symphonie dês Grauens) – Alemanha (1922)



Direção: F. W. Murnau
Roteiro: Henrik Galeen
Corretor tem que vender um castelo cujo proprietário é o Conde Orlock, que durante o dia dorme em um caixão e à noite desperta para se alimentar de sangue humano. Clássico do expressionismo alemão assinado por um de seus maiores representantes, o cineasta F.W. Murnau.

Clássico expressionista! Um exemplo pra quem pretende fazer filmes com recursos escassos, sejam eles financeiros ou tecnológicos. Um prato cheio para fotógrafos refletirem sobre técnicas de iluminação e sombras. Uma aula para atores aprimorarem as suas expressões em cena.

Nosferatu põe qualquer Crepúsculo no bolso.


Minha nota: 7,0
IMDB: 8,1
MelhoresFilmes: 9,2

Download:

Nenhum comentário:

Postar um comentário