terça-feira, 29 de maio de 2012

101 - Um homem um tanto gentil (Em Ganske Snill Mann) – Noruega (2010)



Direção: Hans Petter Moland
Roteiro: Kim Fupz Aakeson
Ulrik acaba de sair da prisão após cumprir uma pena de doze anos por homicídio. Em torno de 50 anos de idade, ele sofre a rejeição da família e não tem onde morar, nem trabalhar. Aos poucos ele vai conquistando a confiança e o respeito das pessoas ao seu redor. Talvez seja porque, mesmo tendo assassinado algumas pessoas, Ulrik não deixa de ser um cavalheiro.

O roteiro de Kim Fupz Aakeson traduz bem a lógica da vida: aos poucos os caminhos vão sendo abertos e você segue, pacatamente. No entanto, em algum momento as portas irão se fechar – por conta do acaso, de erros ou deslizes do passado, ou por mero preconceito do outro. Daí, quando tudo parece sem solução, eis que algo que estava fora dos planos acontece e faz reviver o sentido da vida. Todos os dias precisamos matar um pouco do nosso passado, para dar vida a um futuro surpreendente que nos espera. Às vezes, literalmente!

De forma bem sutil e com um humor cínico, o diretor Hans Petter Moland apresenta essas nuances da vida. Afinal de contas, todos nós somos um pouco gentis, da mesma forma que somos julgados por quem nos cerca, cometemos erros, os consertamos e até somos capazes de nos submeter a algo bizarro em troca de pouco ou quase nada. 


Minha nota: 7,4
IMDB:  6,9
ePipoca: -

Download:

4 comentários:

  1. Adorei o teu blog e já link lá no Gilberto Cinema. Pode ter certeza que vou acessar todos os dias e baixar alguns filmes.

    ResponderExcluir
  2. Valeu pela visita ao blog, já linkei seu endereço lá e irei te seguir aqui.

    Sempre que puder que passarei por aqui.

    Abraço

    ResponderExcluir
  3. O link está expirado. Poderiam atualizar?

    ResponderExcluir